A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Resenha
 
O golpe do amor
Por: Morena

Resenha do filme "Dirty John – O golpe do amor"

John Meehan seduzia mulheres acima de quarenta anos e endinheiradas, a fim de explorá-las. Bonito, sedutor, galante (e bobo esperto), vivia de pequenos golpes em mulheres (incluso uma brasileira) e tráfico de drogas. Foi preso e ao sair da cadeia em 2014, conheceu via internet a bem sucedida designer de interiores, Debra Newell.

Ela, perdidamente apaixonada, apesar de suas filhas moças a alertarem sobre o mau caratismo do enfermeiro que se dizia médico, recusava-se a acreditá-las. Foi assim que Debra enrodilhou sua família num rol de medo e perseguição ao se apaixonar por um psicopata. Literalmente. E tudo finda em desfecho trágico para uma de suas filhas.

Pois então, Debra Newell conheceu John - que já colecionava ordens de restrição de mulheres que perseguiu ao longo da vida - em rede social, aceitando o convite dele para conhecê-la. Ela se encantou por John, um exímio articulador. A partir daí ele a manipulou como bem quis, tanto que ela não acreditava nos alertas das filhas que antipatizaram com o namorado da mãe de imediato.

Assim, espera-se que a internet alerte mulheres ingênuas, mas que nada! Ela caem mesmo na lábia boba de bambambãs bobos, mesmo sendo cultas e bem sucedidas. Com fotos sensualizadas insinuam-se aos seus pretendentes virtuais que as convidam para encontros. E lá vão elas, ao encontro de um doido qualquer. Talvez uma em um milhão dê sorte de encontrar o tão sonhado príncipe encantado. Talvez. Eu não conheço nenhuma que teve essa sorte lotérica.

Sobre “Dirty John”, existe um documentário na Netflix com a verdadeira Debra e demais mulheres enganadas por John, e também a série com o mesmo nome. A história real é tão arrepiadora e atemorizante quanto a série.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: AeTE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.