A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Hienas, comunistas, porteiro... Todos contra o leão?
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

Nem todos resistem ao bombardeio da mídia


Que a população brasileira já se acostumou com as postagens e declarações polêmicas do presidente Mito e dos seus filhos, até o outro lado do mundo sabe. O motivo é que eles têm o hábito de opinar sobre o que acontece nos outros países. Assim foi contra a escolha dos argentinos, dizendo que os gaúchos devem se preparar para uma invasão idêntica a de Roraima, porque o seu candidato perdeu para a esquerda. Contra Cuba e Venezuela nem precisa comentar porque é a referência preferida deles como sinônimo de desqualificação inquestionável.
Mas o tom da conversa muda quando se trata das relações comerciais com a China, o maior parceiro comercial do Brasil e principal concorrente dos Estados Unidos, a pátria que o nosso presidente admira e presta continência à sua bandeira. A mudança é tamanha que ele disse que estava num país capitalista quando em visita na sua última viagem internacional. Curioso é como ele muda o tratamento com os regimes políticos de acordo com a conveniência. Qual das suas personalidades deveria ser a verdadeira como representante de um país democrático?
O que deu o que falar, no entanto, foi a postagem de um vídeo, nas redes sociais, onde um leão se viu cercado por hienas rotuladas como os partidos políticos opositores como o PT e até aliado como o PSL, o STF, a OAB, a ONU e a imprensa de modo geral. A publicação gerou mal-estar em todos os atingidos e declarações repudiando a atitude do presidente Bolsonaro. Ele se desculpou publicamente ao STF, mas a repercussão entre os fãs incondicionais superou as expectativas. Não importa qual seja a retratação pública porque o recado foi entendido.
Para não perder o costume de ouvir notícias desagradáveis sobre a figura central do país, o Jornal Nacional, o noticiário de maior audiência no Brasil, divulgou um petardo sobre o clima tumultuado atual. A matéria associa um dos acusados da morte da vereadora Marielle Franco, do Rio de Janeiro, ocorrida em março do ano passado, ao presidente Bolsonaro. Houve, segundo a reportagem, uma visita deste envolvido no crime à casa do presidente no condomínio Vivendas da Barra, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, 4 horas antes do assassinato da parlamentar.
A reação do presidente, mostrado em vídeo postado, foi de alguém muito exaltado, furioso mesmo. O que teria levado a Rede Globo publicar tal matéria em horário nobre? Seria a ameaça que esta emissora vê o tratamento que o presidente Bolsonaro dispensa as suas concorrentes Record e SBT? Talvez a declaração dele, na época da crise com o ministro Gustavo Bebianno, que a Globo é inimiga. Quem sabe? Em tempos de suspeitas sobre mentira e verdade, até a liberdade de imprensa defendida, em outras épocas, ganhou uma conotação diferente agora.
Causou surpresa a agilidade como o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro investigou e concluiu que a declaração do porteiro é falsa. Os sedentos por Justiça imparcial logo exigem a mesma rapidez para interrogar o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, o ex-militar Fabricio Queiroz, cujo paradeiro é desconhecido desde que foi convocado para prestar depoimento sobre movimentação financeira anormal, há mais de um ano. Será que a seletividade é um mal que veio para ficar? Coitado do porteiro! Alguém duvida que será desqualificado e preso?
Infelizmente, diz o ditado, a corda só arrebenta do lado mais fraco. Os realistas não têm dúvidas que nada será investigado como deveria, o porteiro é um mentiroso, a Globo é um câncer incurável, o ministro Moro é um exemplo de retidão, o governador do Rio de Janeiro é um traidor... e a reeleição do Mito está garantida em 2022. Mas para quem tem a memória fraca, é bom lembrar que esta mesma emissora era um exemplo de jornalismo sério e comprometido com a verdade quando divulgava notícias sobre as gestões petistas. Mudanças à vista? Ou são os novos tempos?


J R Ichihara
31/10/2019

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: bWBB (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.