A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Prosa poética
 
"O BANHO DA ALMA".
Por: Antonio Hugo










“O BANHO DA ALMA”.
(Prosa Poética).


Eis-me aqui, pois não morri...
Até porque sou poesia,
Uma poesia não morre jamais!
Ainda que meu corpo morra
Fazendo calar-se a minha voz
Em outros lábios recitaria...
Com outro tom, com outro som,
Mas com o mesmo amor, ainda que pós.
Um poeta morre muitas vezes,
Nos seus pensamentos e sonhos
Um poeta chora quando sorri,
Pois suas lagrimas lavam sua alma.
Os movimentos do poeta é diferente
Pois é sua alma que direciona a sua mão
São os olhos do espírito que visualiza
É por amor, que escreve uma canção.
A cada aniversario ele fica mais menino
A cada ano ele retrocede a outro,
Pois o poeta vai buscar no seu passado
O amanhã... Ninguém escreve o dia seguinte,
Somente na ficção, pois o que o poeta escreve,
São copias do coração...
Ainda que um leigo observe,
Só o poeta sentirá na sua mão.










Autor: Antonio Hugo.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: VLAf (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.