A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
A FREIRA
Por: Milton Menezes

às vezes no seu silêncio, contrita
e discreta (devota!), lá orava ela
um vulto, somente vulto, mas bela
de uma beleza que convida e incita

na silhueta de uma alvura bendita
me parecia admirar uma cinderela
entrando no palco pela passarela
num jeito celestial de paz infinita

na nobreza de sua liturgia casta
repetia-se uma única prece inteira
num sorriso de indiferença vasta...

estaria ali uma mulher verdadeira,
no décor religioso que a contrasta,
ou fantasia divina, a sensual freira?

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: YJDV (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.