A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poesia
 
MINHA METADE
Por: EMANNUEL ISAC

Entreguei-me,
Como cego pulei nesse abismo chamado paixão!
Pouco me importava
O meu orgulho
A minha razão
O qual fundo seria o fim desse poço
Se nele me sobraria solidão
Ou se me restaria somente destroços.

Mergulho com toda a força do meu ser
Sou assim mesmo,
Entregando minh’alma
Esqueço de viver
Quero viver o novo,
Sonhar a expectativa do amanhã
Vivo a vida de tantas pessoas
Que não me enxergo mais no espelho...

Tanto tentei encontrar
A minha outra parte perfeita!
Ah! quem dera que pudesse existir
Alguém que se encaixasse em mim!
Pois em todas as minhas aventuras
Das paixões, amores e loucuras
Não encontrei ninguém sob medida
E de tudo que aprendi
De toda a minha andança
É que primeiro preciso gostar de mim
E que eu mesmo sou
A minha outra metade da laranja.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: QGSI (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.