A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
noite sem fim...
Por: Natalia

Crédula de sorrisos e encantos

é a mocidade

Agora a olho com olhar de incredulidade

Presa aos sorrisos replica audemars piguet e encantos

Caprichos e sentimentos tantos.

Quanto tempo durou?

Quanto tempo passou?

Estranho é o mundo que povoa

a minha solidão.

Porquê se tem saudade,

talvez nunca se saiba a razão.


Tempo memorável e festivo

Tão diferente deste agora

que vivo.

O tempo me esmaga

me gasta...

Mas meu coração não se afasta.

A vida não enjeita

e nem a saudade rejeita.


Cada hora voa no seu correr altivo

E a lembrança me surge

com infantil ardor

E assim vivo...

Dando à vida valor.

E dito e feito o tempo reduz-se a nada

Sinto-o no mais profundo de mim

A hora boa que um dia me foi dada

É noite longa agora...noite sem fim.



natalia nuno
poema de 2012

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fKAG (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.