A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Coronavirus
 
Dai ao rico o que não é do rico
Por: Morena

Em tempos de pandemia, os privilegiados faturam alto com suas falcatruas. Aproveitam o máximo que podem com manipulação de dados, super faturamento de obras, super faturamento de equipamentos e medicamentos hospitalares, super faturamento de insumos de proteção para os trabalhadores de linha de frente, manipulação de dados, certidões falsas, aumentos abusivos de energia, água, gás e internet, aumentos abusivos em todo comércio, aumento abusivo de alimentos e remédios, briga de velhos compadres políticos e um presidente infernalmente ególatra e narcisista.

Enquanto a sociedade não se erguer contra essas gangs políticas abrigadas nos três poderes, tornando-se cada vez mais milionárias, desfrutando cada vez mais de vidão de reis, não respeitando o sofrimento de um povo, jamais teremos um país justo.

Nos países menos corruptíveis do mundo, como Dinamarca e Nova Zelândia, não se dá status para políticos canalhas. Roubou do Erário Publico? Tem que devolver e ser preso como cidadão comum. Nada de prisão mil estrelas em que o réu político desfruta das mesmas regalias se confinados na sua mansão, que a possui porque roubou descaradamente do povo que rala todos os dias, segurando-se para sobreviver, para se permitir viver com um minimo de dignidade possível.

Como disse José Mujica, um dos presidentes mais justo e mais honesto que o mundo já teve: “Me chamam de o presidente mais pobre do mundo, mas eu não sou um presidente pobre. Pessoas pobres são aquelas que sempre precisam de mais, aqueles que nunca têm o suficiente, porque estão num ciclo infinito. Escolhi esse estilo de vida austero, escolhi não ter muitas coisas, para que eu tenha tempo de viver como quero viver.”

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fQdY (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.