A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Sonetos
 
LANA & CRISTIANA
Por: Nelson de Medeiros





Tive um amor na minha juventude...
De pele alva, olhos azuis: Lana!
Um rosto de beleza libriana!
Mas, mesmo assim amá-la nunca pude!

Deixei-a... Só queria Cristiana...
E sem atinar como a vida ilude,
Pra tê-la tudo fiz e até fui rude
Sem refletir a inconsequência insana!

Tolo e parvo que fui... Perdi as duas...
Moro em Solidão... Vago em suas ruas,
Qual um mendigo buscando um amor qualquer!

Uma me amava e nada dei a ela...
Ah! Quem me uma fosse aquela,
Que amo muito, quero tanto e não me quer!

Nelson de Medeiros

27/06/2020

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: MaQF (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.