A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Religião
 
CHUVAS DE GRAÇA
Por: Tolentino e Silva

A gente pode estar que nem calango nordestino, torrando no sol, sem uma folha sequer para cobrir o couro. A gente pode estar como o beduíno, o nômade do deserto, com sede, possuído de alucinações, começa a ver oásis por todos os lados. Mas de repente, um vento leve, incomum na região, começa a embalar as árvores, a fiação, as antenas de TV, a soprar a poeira e a fazer esvoaçarem as folhas secas, nas ruas e nas calçadas. E eis que, acontece o milagre! Como se abre o registro de um chuveiro, Deus faz milhões de minúsculos furos no céu e ela, copiosamente, desce! Os primeiros, privilegiados, são as aves do céu, que, exaustas, sobrevoam a cidade, em busca do escasso alimento no campo. Depois, os homens, os seres filhos de Deus, semelhantes a Ele e por fim, a mãe terra, o bem comum, por Ele deixado. E nela a abençoada chuva, da posição vertical em que chega, horizontalmente se espalha, formando poças, infiltrando, encharcando, chegando ao lençol freático, onde ficará como reserva, para o próximo período de seca. O resultado desse bendito líquido que só Deus sabe fazer e distribuir. São rios cheios, pesca abundante, pastos verdes, reses gordas e fortes, reprodução de todas as espécies, reservatórios cheios!
BÊNÇÃOS CAÍDAS DO CÉU!

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: UMDM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.