A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Experimental
 
“Enfermeira Anjo Meu”
Por: Regina Sudaia



O teu meio sorriso, que escapuliu por debaixo da sua máscara, não me deixa respirar. E ainda faz o meu coração palpitar.
Obrigado, anjo meu, por cuidar assim tão bem de um desconhecido tão carente como eu!

Quisera eu poder a sua máscara retirar e toda sua beleza, princesa, poder contemplar.
Obrigado, anjo meu, por cuidar assim tão bem de um desconhecido tão carente como eu!

Porém para sua segurança, e minha também, terei que aguardar. E vou adiando a hora de conseguir toda sua face deslumbrar.
Obrigado, anjo meu, por cuidar assim tão bem de um desconhecido tão carente como eu!

Ai ai ai ai! Ai ai ai ai!
Enfermeira, tá difícil respirar!
Ai ai ai ai! Ai ai ai ai!
Enfermeira, tá difícil respirar!

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: RFWg (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.