A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Artigo
 
Instituições
Por: Salvatore D' Onofrio


Associo-me à colunista Mariliz Pereira Jorge na defesa do direito de reclamar contra o presidente ("Fora Bolsonaro", Folha 1/10) e ministros por ele nomeados, especialmente Damares Alves, patroa do ridículo ministério da "mulher, família e direitos humanos", como se o homem não tivesse família e seus direitos também! Só que gente inteligente e intencionada em melhorar nossa vida em sociedade, junto com o direito de critica, deveria ter o dever de apresenta soluções possíveis. É fácil gritar fora Bolsonaro! "E dopo" (depois), como dizem os italianos, quem vamos colocar no lugar dele?
Penso que o problema do nosso sistema político não é pessoal, mas institucional. Nosso Presidencialismo não é democrático, mas absolutista, concentrando no chefe do Estado um poder quase ilimitado. Bolsonaro está impondo a lei do silêncio, pois "quem manda aqui sou eu", usando a caneta para impor ou vetar. E a própria Constituição lhe permite isso pois, ao mesmo tempo em que prega a" independência entre os Três Poderes", concede ao Presidente da República a indicação de todos os Ministros de Estado, do Procurador Geral da República e de outros cargos fundamentais para o governo do país. O povo votou no Bolsonaro não para ele fazer o que quisesse, protegendo familiares e amigos, mas para ele coordenar ministérios e secretarias, colocando nas chefias gente honesta e competente. Um Presidente verdadeiramente democrático deveria escolher seus auxiliares com base em listas apresentadas por colegiados. Deveríamos exigir isso de legisladores (senadores, deputados, vereadores) e de executivos (presidente, governadores, prefeitos), quando pedem nossos votos.
--
Salvatore D' Onofrio
Dr. pela USP e Professor Titular pela UNESP
Autor do Dicionário de Cultura Básica (Publit)

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: MgEB (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.