A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
DEMOCRACIA
Por: Joaquim Mbatchi

DEMOCRACIA, ESPERANÇA OU MORTE?

Tu procedes da Grécia ou de Atenas,
Da terra de Sólon e de Péricles;
Tu vens para significar povo no poder
Governo dos eleitos por voto do povo.

Tão bem tu começaste no Oriente
No continente de Montesquieu anunciada,
Na América de Kennedy propagada
E desceste, enfim, até África para nos confundir.

Agora um novo nome tu não mereces
Como isso já é moda para os falsos,
Prioridade para inéditas riquezas angariar;
Aqui em incrível despotismo te convertem.

Este povo, tímida ou covardemente
Elege seus próprios sicários dirigentes,
Corruptos, déspotas ou astutos
Que por santos se fazem passar.

Vede que regime cheio de prepotência
Este partido de brutos arrogantes,
Perpetrando detenças e açoites,
Torturas e execuções sumárias!

Vede o Zé-povinho em demande de víveres,
O jovem armado em defesa dos interesses do chefe;
O paizinho posto na boca da rua,
Vagando com enteralgia em busca de pão.

Assim mesmo temos de aplaudir
Aos belos discursos do chefe:
“Dias melhores virão, o futuro começa agora”
Quando isso não passa de santa demagogia?

Ai de ti, pássaro bisnau
Que te arrogas com unhas e dentes,
Por este vil poder antropófago
Fazendo da oposição teu pode expiatório.

Enquanto continuares neste poleiro,
Dobrarmos a cerviz diante de ti
Nem que voltem à vida perdida
Aqueles que tu mandaste à necrópole.

Levianamente a assembleia te investiu;
Mas, está chegando quem te vai destruir
Vem aí quem te vai destronar,
Pois imolas o povo no teu diabólico altar.



Em nome da democracia acorrentada
Em nome de leis antidemocráticas
E com o olhar conivente dos teus capangas
Atrelas a verdade às tuas ambições.

Já se avizinha a tua partida
Está à porta a barca luciferana
Para o justo salário no lago irrecusável
Onde não há partidos nem sobornos.

Cabinda, 31-01-2001
MBIZI CIMVUNZI






 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XeRM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.