A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
Entre o desejo da liberdade e o medo de voar
Por: Viviane Nascimento

A gaiola estava aberta
Foi a liberdade oferecida
Era o voo que levaria
A um outro ciclo da vida

A portinha da gaiola
Aberta agora trazia
A oportunidade de viver
O que sonhado foi um dia

No entanto a liberdade
Tão desejada, por sinal
Causava agora receio
Será que não faria mal?

Era um medo que impedia
Aquele voo no momento alçar
Pois a tão sonhada liberdade
Tornou-se medo de voar

E ele ficava estático
Entre o desejo e a decisão
Voar era preciso
Mas contraditório o coração

Muito tempo ali, parado
Ficava a refletir
Era o que tanto havia sonhado
Mas sentia medo de partir

Um voo estava pronto
Era essa a oportunidade
A porta estava aberta
Oferecendo a liberdade

Nada de muito bastava
Apenas um passo à frente
Era o que mudaria a vida
Daquele dia pra sempre

Eu: Passarinho
Tu, medo: Gaiola

O tempo aos poucos foi passando
E gritava a necessidade
De alçar logo o voo,
Passaporte pra liberdade

Enfim chegou a coragem
Que do “nada” emergia
O medo dando lugar
Ao sonho que lhe movia

Foi preciso o casulo
Que lhe prendia romper
Dar o passo que faltava
Pra metamorfose acontecer

E o “passarinho” voou...

A vida agora ganhava
Aos poucos um novo sentido
Novos caminhos surgiam
Em meio ao que estava perdido

Era um “cantar” diferente
Agora com mais vigor
Via os sonhos do alto
Enxergava-os com os olhos do amor

E de repente o que era medo
Ganhou significado
A gaiola era apenas um limite
Mas nada estava acabado

A partir de agora é tudo novo
Diferente rumo a seguir
Voltar a direção pra o sol
Pra luz que me trouxe aqui

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: UMRL (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.