A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Lavagem cerebral, interferência, torcida contra
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

O perigo de somente um poder falar


A declaração do presidente Bolsonaro sobre a liberdade de expressão, quando afirmou que por ele fecharia todos os jornais do país, pegou alguém de surpresa? Pode-se aproveitar o pensamento dele sobre isso analisando as ameaças do deputado Daniel Silveira, preso por incitar atos antidemocráticos contra o STF, para alinhar como os seus apoiadores veem as Instituições? O pior é que o Mito disse que so não fecharia tais meios de comunicação porque é a favor da Democracia. Mas elogiar a tortura e incentivar o fechamento do Congresso e STF mostra o quê?
Como as redes sociais, agora sob ameaças de pagar altas taxas para o seu funcionamento, é um espaço livre e democrático as publicações que criticam e defendem geram discussões que pouco resolvem as questões sérias. Daí se ler que o presidente foi forçado pelo STF a se omitir de responsabilidade sobre o combate à pandemia – isso é atribuição exclusiva do estados e municípios. Por que então a tentativa de desqualificar o imunizante obtido pelo esforço do governador de São Paulo? Não fosse a “vachina” a campanha nem teria começado.
O cidadão consciente e isento de paixão político-partidária não consegue entender como a situação caótica que vivemos é ignorada pelas pessoas de bem, os esclarecidos que só querem o melhor para o país. Quais melhorias constatamos sob esta gestão? Preços dos combustíveis e gêneros de primeira necessidade? Desemprego? Inflação? Perspectivas para sair das crises econômica, sanitária, política e tudo mais? Combate à corrupção? Fim das mamatas, toma lá dá cá e aparelhamento na máquina pública? Se alguém só vê boas medidas... onde está vivendo?
Mas para mostrar que está preocupado com os seguidos aumentos dos derivados de petróleo, o presidente Bolsonaro anunciou que vai zerar o imposto federal sobre os produtos. Aos que bateram palmas e gritaram Mito, é bom segurar o entusiasmo porque o gesto pode ser bonito, mas as contas não fecham por causa da queda na arrecadação. Os especialistas alertam que não basta eliminar um tributo sem ter uma contrapartida. Portanto, devagar com o andor. Isso é eficaz num palanque de campanha eleitoral, mas para o gestor das despesas é uma venda de sonhos.
Quem apostaria todas as fichas na declaração de alguém que, voluntariamente, disse nada entender de economia, mas afirma o fim de um tributo para baixar um preço, sem dizer como isso será compensado? Somente os fãs incondicionais? Ou o nosso presidente, realmente, é um Mito e tem um trunfo na manga que ninguém conhece, por mais especialista que seja em gestão pública? Ele afirmou que tem um cheque de R$ 20 bilhões para adquirir a vacina contra a Covid-19... O que falta é o fornecedor!!! Por que aquela pendenga toda com o governador Dória?
Enquanto uma parte da população vê estarrecida o que está acontecendo no país, os fervorosos apoiadores mostram uma disposição de reeleger o atual presidente da República. Mordaça na imprensa, manipulação no Legislativo e ataques ao Judiciário não ameaçam a Democracia. Muitos ignoram que ela só chegou depois de 20 anos de Ditadura Militar, à custa de lutas e sacrifícios, inclusive mortes e desaparecimentos, dos que não aceitavam a imposição de um regime autoritário. Pelo visto, os Anos de Chumbo deixaram uma imensa saudade em alguns.
Infelizmente a rejeição interna e externa desta gestão não consegue sensibilizar uma parte da população. A promessa de atrair investimentos estrangeiros esbarra na insegurança demonstrada pelo Planalto. O capital procura locais onde o ambiente é estável e as regras internacionais são respeitadas. Talvez o estilo truculento, que recebe calorosos aplausos internamente, seja muito malvisto pelo Primeiro Mundo. Dificilmente alguém que não sabe se comportar adequadamente é convidado para um banquete com pessoas de alto nível. Então...


J R Ichihara
19/02/2021

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: MfID (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.