A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Zélia Mendonça Chamusca
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
Dentro de casa com trancas fechadas
Por: Zélia Mendonça Chamusca




Gasta-se a vida sumida, e não volta,
Na angústia permanente que se sente…
Tamanho é o medo e grande a revolta!
Tão longe… Afastada… De tudo ausente…

Voam pelos ares, enfurecidos,
Disseminando a pandémica peste!
São demónios sem rosto, enraivecidos!
Para que no mundo nada mais reste!

Dentro de casa com trancas fechadas
Fugindo ao terror de mentes malvadas!
Almas penadas não têm perdão!

Lançam no mundo tão cruel maldade
Para exterminar a humanidade!
Demónios sem rosto; cobardes são!
«»
Zélia Chamusca
2021-02-21


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: GSca (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.