A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Artigo
 
Somos maiores que essas providências.
Por: Moisés Dias



Certa manhã, acordei, e, como sempre, me higienizei e fui fazer aquele cafezinho gostoso de todos os dias. E, sem mais nem menos, me aquietei e fiquei ouvindo as notícias que um rádio próximo dizia enquanto a água fervia. A palavra principal era : Pandemia. Pandemia. Pandemia. Meu Deus!? Até quando?... Só se fala nisso. Perdas. Perdas. Perdas. E as vidas salvas? Não merecem ser divulgadas? Fala sério! Muitos estão se recuperando. Muitos estão ultrapassando a barreira da morte. É a mão do divino mostrando quem vai e quem fica. Quem merece ou não estar por aqui na terra. Claro, muitos, milhares se foram. Outros milhares ainda se vão. Mas, a lista está sendo checada... Vão os que tem que ir e ficam os que têm que ficar. Por conta desse vírus, Covid 19, os dirigentes políticos acharam uma brecha para continuar o enriquecimento ilícito junto com os seus bandos de iguais objetivos. Fecha comércio. Fecha indústria. Demissão em massa. A fome está instaurada. A miséria aumentou. O ser humano já não se tocava um ao outro. Não conversava um com o outro. A tecnologia e a eletrônica fizeram esse favor, afastar as pessoas. Aí chegou esse vírus para selar o afastamento das pessoas... Não pode ter contato físico... Sem aperto de mão. Sem abraços. Sem beijos. Sem carinhos. Ou seja, viramos Robôs. Máquinas sem sentimentos. Proibido amar. Proibido agrupar. Proibido se divertir com os amigos. Proibido se divertir com a família. Proibido conjugar o verbo amar. A que ponto chegou a pandemia. Meses se passaram. Meses irão passar. E, infelizmente, muitos ainda temem pelo pior. Muitos estão apavorados. Muitos estão com pavor dessa doença. O problema existe sim, e é grave. Mas, se agirmos com responsabilidades, podemos nos locomover. Podemos nos amar. Podemos sim, abraçar nossos amigos e familiares. Podemos sim, ter uma vida normal dentro de uma realidade e respeito. Todos podemos trabalhar. Todos podemos estudar. Todos podemos viver uma vida normal, porém com regras e limites. Então meus amigos... Vamos mudar de rota com destino ao que no faz felizes... Nossos amores. Nossa família. Nossos amigos. Eu acredito que com fé e com amor, podemos sim, vencer esses dias turbulentos, dolorosos, nebulosos e acima de tudo, triste. Quantos ficaram isolados.!? Quantos ficaram a mercê de favores!? Quantos ficaram sem rumo por não saber e por não ter o que fazer. Mas... Ainda existe tempo para mudanças. Vamos olhar mais para o outro. Tentar e suprir a necessidade do outro. Vamos voltar ao diálogo. Ao bate-papos. Aos sorrisos gratuitos, porém sinceros. Vamos voltar a ter vida. Não somos nada sem amigos e sem família. Não somos nada sem nossos momentos. O Gostoso da vida é ter boas histórias para contar, e o mais importante, ter para quem contar. Portanto, amanhã, que tal mudarmos a rota? Começa o dia falando com quem ama, e mais ainda, demonstrando esse amor. Seja num abraço. Seja num beijo. Seja num carinho. Seja num gesto. Mas, muda sua rota.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: Qace (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.