A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Demétrio Pereira Sena
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
CONFLITOS DE AMOR E DE PANDEMIA
Por: Demétrio Pereira Sena

Demétrio Sena - Magé

Meu preconceito começa quando o coração e a falácia determinam que o que tenho é (pura e simplesmente) porque mereço, "Deus me ajudou" ou sou esforçado; inteligente. Aí me faltam olhos profundos para ver e analisar questões como situação e momento favoráveis... auxilio externo, herança total ou parcial... tino empreendedor - ou não - e similares... o que não exclui a necessidade óbvia do esforço.

Pensar desse jeito enviesado me faria invejar quem tem mais posses do que eu, por esse alguém ter mais méritos pessoais, preferência divina e ser mais "esforçado"; inteligente; mais empreendedor ou ambicioso. Ao mesmo tempo me faria olhar para um morador de rua, por exemplo, como se ele alguém que não merece nada... que "Deus" nem sabe que existe e não passa de um parasita; um indivíduo acomodado.

As desigualdades sociais não fazem as pessoas sofrerem apenas por comparações materiais. Trata-se, também, de comparações estruturais que ferem a dignidade humana quando classificam valores pessoais conforme posses, cargos, conquistas. Há pessoas muito pobres, apesar de talentosas, esforçadas, inteligentes e trabalhadoras, que não têm status e bens. Algumas vezes, porque não é mesmo prioridade ou ambição neste contexto.

Quem prioriza conquistas materiais e ascenção social acima dos valores humanos, não é feliz, ainda que realize grandes sonhos. Não é, porque nunca se sentirá invejado como deseja e sempre terá inveja de quem alcançou além, ainda que o além seja menos, porém de maior significado. Por mais que desejem coisas, as pessoas têm ambições internas que sequer conhecem... e as coisas não substituem nossas carências íntimas.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: bcaJ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.