A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Coronavirus
 
De queixo caído!
Por: Yé Gonçalves

Ufa! Estou de queixo caído. É tanta perplexidade. Transformam-se as coisas simples do cotidiano em complicações, a meu ver, sem o menor motivo que justifique tais absurdos ou, talvez, complicam a realidade por pirraça mesmo.

Semana passada, bem de manhã, por volta das 07 horas, fui a uma determinada padaria, quando presenciei, na fila do pão, um jovem, cuja aparência era de mais ou menos 50 anos de idade, que se encontrava, em plena onda roxa da covid-19, usando inadequadamente a máscara que estava toda amarrada no queixo, como se estivesse protegendo o queixo de uma possível queda.

A atendente, por sua vez, disse-lhe que só o atenderia se ele colocasse adequadamente a máscara no rosto. O referido rapaz ignorou o pedido da atendente e deslocou-se, com a máscara no queixo, até a seção de lanchonete, onde havia muitas pessoas sem máscaras lanchando e conversando, sendo que umas estavam com a máscara no queixo, outras com a mesma pendurada na orelha, outras talvez no bolso. A justificativa é que não há como lanchar com a máscara tampando a boca. Hahahaha...

Então, ele pediu à garçonete que lhe servisse um lanche e que ela o fizesse o favor de buscar para ele uma certa quantidade de pães. O que a moça fez atentamente. O rapaz, todo folgadão, agradeceu a moça e se deslocou até o caixa, lanchando e desta vez com a máscara na orelha, pagou a conta e foi embora...

Fiquei pasmo com a atitude daquele jovem senhor. Quanta resistência ao uso de máscaras!

Vejo pelas ruas e em muitos lugares por onde passo, pessoas que não estão nem aí para a realidade em que todos nós nos encontramos.

Será que são assintomáticos? Será que não têm sentimento de autoamor? Será que não se importam com as pessoas? Nem com os seus familiares? Será que são pessoas de outras realidades? De outros planetas? Não entendo por que se aglomeram tanto. Será que o não uso de máscaras, em breve, se tornará um tipo de esporte radical? Eh! as olimpíadas estão vindo aí. Será uma olimpíada radical, desafiando a vida?

Ainda mais: e as compras clandestinas de vacinas, por parte de gente alta, nas terras dos inconfidentes, segundo noticiário dessa semana? E os grupos de fura-filas? E a politicagem envolvendo toda essa crise pandêmica?

Sei não! Não sei quanto a vocês. Mas, quanto a mim... Só sei que continuo de queixo caído!

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: WUDT (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.