A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
Estratégia inteligente
Por: Marlene A. Torrigo

No ano passado, assisti ao vídeo de um pesquisador científico afirmando que o Brasil chegaria a 4.000 óbitos/dia, se o governo não adotasse uma política estratégica e eficaz no combate à pandemia. Eu não cri. Minha cabeça se negou a acompanhar a afirmativa do cientista, posto achar que 4.000 mortes diárias pela Covid-19 em um só país seria tenebroso demais, um absurdo, uma soma aquém da realidade. Quando os óbitos passaram de 1.500/dia, cri que chegaríamos a 2.000, até mais. E passou. E passou de 2.100, e passou de 2.200, e passou de 2.300, e passou de 2.400, e passou de 2.500, e... Misericórdia! Passamos de 3.000? E podemos sim, chegar aos 4 mil óbitos/dia? Isso é estarrecedor demais.

Tem uma cidade do interior, São José, em que estão vacinando idosos de 71 anos nesta semana. Não só essa cidade, outras várias idem. Por Deus misericordioso... perder-se uma semana vacinando idosos de 71 anos quando anunciam que vários milhões de vacinas já foram adquiridas. Mas quando elas chegarão à grande massa? Essa "estratégia inteligente" de vacinar por idade, decrescendo ano a ano e iniciada pelos mais velhos, não forma filas. Claro que não. Então, resumindo; estão fingindo que já está iniciando o processo da vacinação em massa. E a grande massa ativa dos 18 aos 59 anos? Quando se conseguirá vaciná-la? Quanto tempo levará? Isso tem um nome: GENOCÍDIO. E vou enfatizar sempre: GENOCÍDIO. Sim, teremos ainda muitos meses de lamento, dor, luto. Uma pandemia é uma mina de ouro para a cobiça dos gananciosos.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: GcbC (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.