A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Haroldo Pereira Barboza
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Poetrix para jovens
Por: Haroldo Pereira Barboza



Poetrix para jovens

Em 1999, o colega petroleiro baiano Goulart Gomes lançou esta rica modalidade poética. Embarquei na ideia e participei das duas primeiras antologias “infectadas” de grandes Poetas.
Novos adeptos ingressaram neste projeto. Segue-se a criação da AIP
(Academia Internacional Poetrix) para dar bom impulso. Aqui no face encontramos o MIP (Movimento Internacional Poetrix). Fora outros menores (em participantes) mas de grande valia na divulgação da arte.
Em novembro de 2020, por ter obtido 2º lugar num concurso, entrei para a CCP (Confraria Ciranda Poetrix) via WA. Uma turma de alto gabarito na criação mas de alta rapidez para meu gosto. Tenho dificuldade em acompanhar a velocidade deles, criando cada um, quase 20 Poetrix por semana. Quem tiver pique, que os siga. Mesmo com minha “lerdeza”, eles me aturam.
Nesta semana fui convidado para entrar no grupo “Poetrix raiz” também pelo WA. E já agreguei uma adepta. Numa velocidade mais amena, estamos criando peças a esmo. Com ou sem ilustração.
Debatendo com alguns colegas de áreas diversas, expressamos nossa preocupação da linguagem “internetês” atrofiar nossos jovens a ponto de impedi-los a criar um currículo legível para um futuro emprego. Diante disto, vi uma oportunidade de incentivar Professores de Português a incluir Poetrix em suas grades de trabalho com jovens entre 10 e 15 anos (podemos alargar a faixa?). Fiz um breve resumo deste “projeto” a ser exibido a quem for da área educacional (sem custo).
Claro que eles (alunos) não criarão portentosos trabalhos candidatos a serem estampados na ABL. Mas passarão a garimpar nossa língua de forma a usarem as duas vias da comunicação de maneira clara.
A partir da bula do Mestre Goulart Gomes e com algumas dicas minhas, você pode passar a gostar desta modalidade e incentivar seus herdeiros para trilharem um caminho de melhor entendimento com nossos semelhantes.
Seja lá que nível de Poetrix você possa apreciar, que tal pesquisar e testar seu uso? Dentro do meu grau (curioso polido), posso tirar alguma dúvidas. Após ler a bula e ver uns exemplos, pode começar no grupo “Poetrix raiz” onde não há cadastro para preencher, mensalidade para pagar, certidão do SERASA, estágio, reuniões para participar e outras “normas”. Se entrar e depois de 15 dias não apreciar, pode sair sem multa. Depois de treinar e se tornar emérito produtor, poderá se aventurar a níveis mais altos. E atrair seus herdeiros para esta “diversão” produtiva.
Quem se interessar, pode enviar-me perguntas com o título: Poetrix sem dor” no e-mail: [email protected]
Boa sorte para todos nós. HPB - abril/2021

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: HDOE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.