A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
SEM EIRA NEM BEIRA
Por: Tolentino e Silva

Nem tudo são flores.
em algumas há,
em outras não,
beija-flores.

Os pássaros...
lindos, inigualáveis!
Em nenhum outro país
tem como tais,
mas Pereira Passos,
quis bagunçar a fauna
autorizou a soltura
dos bagunceiros pardais!

As pessoas são diferentes,
uma ateias,
outras crentes.

O tempo é
diferente,
um dia é frio
outro dia é quente.

Não, não somos iguais,
poucos com muito,
muitos sem mais!

Palácios exuberantes
Jantares a castiçais,
sem eiras e nem beiras
desnutridos esmolam e
rebuçam com jornais!


Mas a alma...
Ah! A alma,
inatingível!

Uma só vida,

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ASWK (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.