A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
Quai de Montebello
Por: Milton Menezes

pelo tic-tac de momentos e estações
do ano, pelos elementos da natureza
sinto hoje antigos fluídos, na certeza
de ter diluído o silêncio entre ilusões

o frio de becos do outono, corações
pulsando ao ritual da brisa, a leveza
de tua mão suave nas minhas presa,
era prisão mais doce que mil prisões

pelo crepúsculo ao longo do Sena,
e Montebello sob luzes, a multidão
parecia tímida, e opaca, e pequena

na graça comparada, da dimensão
de teu olhar radiante naquela cena,
eletricidade de duas almas em fusão...

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: aLSI (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.