A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Caminhos opostos levam ao mesmo lugar?
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

Cloroquina, Gabinete Paralelo e motociatas: tudo a ver!


As manifestações de apoio ao presidente da República Jair Bolsonaro mostradas na mídia e aplaudidas pelos seus seguidores revelam uma triste realidade. Enquanto o tal do Queiroga, o ministro da Saúde, insiste na obediência às medidas preventivas para conter a Covid-19, o seu chefe se comporta de forma diametralmente oposta. Pela segunda vez em menos de um mês, houve uma aglomeração de motociclistas. A primeira foi no Rio de Janeiro; a segunda numa rodovia de São Paulo. O difícil é entender que tipo de apoio deram à atual situação da pandemia.
O número de vítimas fatais não sinaliza tendência de queda, mas os defensores do atual governo continuam firmes na crença que a vacina é dispensável e que o direito de ir e vir está acima de tudo. Ignoram as recomendações para enfrentar esta crise sanitária, apoiando as declarações do presidente Mito. Demonstram que concordam com tudo que ele fala, externando um comportamento que resume tudo que pensam sobre esta pandemia. Tais atos reforçam que acreditam que só os fracos são infectados e vão para a cova – muita frescura e mimimi juntos.
Diz-se que opiniões divergentes podem levar ao mesmo resultado, desde que se mantenha o foco no objetivo a ser alcançado. Afinal seguir caminhos diferentes não significa que não se chega ao mesmo destino. Tudo é questão de escolha, planejamento, utilização de recursos e outras variáveis. Mas nunca se chega ao mesmo lugar por alternativas diametralmente opostas. Isso é impossível! O que se vê neste momento de crise sanitária é algo inexplicável, sem qualquer sentido sob um ponto de vista racional. Parece mais uma disputa de um cabo de guerra.
Enquanto o tal do Queiroga se desdobra para combater a Covid-19 apoiado na Ciência e nos recursos disponíveis no momento, o seu chefe, o que manda e tem a poderosa caneta Compactor nas mãos, age de forma totalmente contrária às suas recomendações. Portanto, incentivar as aglomerações e desprezar o uso de máscara é mais importante que perder horas falando sobre vacinação e outras inutilidades cientificamente comprovadas. Quem tem um passado de atleta não precisa de nada disso, a prática já mostrou. Um manda e o outro obedece!
Uma análise superficial dos efeitos da vacinação sobre a humanidade comprova que muitas mortes foram evitadas por esta ação. Portanto, não é a constatação das exceções, os casos em que a imunização não aconteceu, que pode ser considerada a regra geral. As estatísticas mostram que as medidas sanitárias preventivas contribuiu muito para a diminuição da mortalidade infantil e do aumento da média de vida as pessoas ao redor do mundo. Negar isso e apostar em alternativas sem comprovação cientifica é retroceder no tempo, ao curandeirismo.
Mas a postura e o comportamento de alguns defensores deste governo expõem claramente como alguns veem a Ciência e a adoção dela nas políticas públicas dos países. Querer que as Instituições aprovem experimentos individuais, somente por causa da reputação de algum cientista, é impor vontades e ignorar questionamentos. Isso é de uma arrogância sem comparação. Se a própria metodologia adotada pelo desenvolvimento de algum medicamento é questionável... Por que um estudo particular tem de ser aceito sem uma discussão cientifica séria e apolítica?
Infelizmente a aposta deste governo é na imunização de rebanho, no enfrentamento da pandemia como macho, na colocação da economia acima de tudo, no negacionismo. Que só sobrevivam os fortes! A máscara protetora virou um símbolo da covardia, assim como o distanciamento físico nos locais públicos. O bom exemplo é botar o pé na estrada pilotando motocicletas possantes. Chega de mimimi e chororô! Se o tal do Queiroga não emitir um parecer abolindo o uso de máscaras para os vacinados e infectados... vai saber quem manda no pedaço!


J R Ichihara
15/06/2021


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: MffK (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.