A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Demétrio Pereira Sena
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
MAGÉ - O PARAÍSO DO LIXO E OUTRAS PORCARIAS
Por: Demétrio Pereira Sena

Demétrio Sena - Magé

Prefeito de Magé con$eguiu convencer os vereadores da "importância" de transformar o município no "paraíso do lixo". Primeiro, no silêncio da acomodação dos mageenses conseguiu aprovar lei que favorece abertura de quantos lixões desejar... agora, está pleiteando com os parlamentáveis a revogação de lei que impede a abertura e manutenção de lições em áreas próximas de residências e comércio. E ele vai con$eguir mais uma vez, pois os nossos vereadores não foram eleitos para fiscalizar os atos do executivo nem atuar pelos interesses da população, e sim, para "fechar" com o executivo em tudo que possa favorecer os ocupantes dos poderes.

Magé é um município privilegiado pela existência de muitos rios, braços de mar e praias que poderiam estar muito menos poluídas, se os nossos políticos não negociassem tanto com grupos empresariais e prefeituras que procuram se livrar de suas imundícies. Temos um lençol freático fantástico e os poços artesianos sempre nos proveram de água pura. Mas isso está chegando ao fim. Os rios e as praias já não prestam, estão muito poluídos. A própria prefeitura já faz despejos de lixo sem critério, criando lixões alternativos e não existe nenhuma preocupação oficial com o meio ambiente; nossas áreas florestais e os mananciais restantes. O lixão de Bongaba, por exemplo, foi criado em área florestal, bem ao lado de um dos mais importantes rios que temos, mas que agora só leva lixo e chorume direto para o mar.

É uma questão ao mesmo tempo ambiental, www.ppfake.net de saúde pública e de vergonha na cara. O poder público não tem vergonha, decência, e nós o povo também não temos. Mantemos nos poderes as mesmas figuras, e nos contentamos com o nada que fazem em nosso benefício... aplaudimos coisiquinhas diárias que nem o pior dos políticos deixa de fazer em um mandato, enquanto se negocia o que temos de mais importante e se mantém a cidade na pobreza quase absoluta. É lixão, é pedágio extorsivo que faz o que quer na cidade, é empresa de ônibus que manda e desmanda, tudo em nome do que não sabemos... ou $abemos?

E segue a população enaltecendo prefeito e vereadores por uma varridinha aqui e acolá... uma manilha em um pedacinho de vala... uma retirada de alguns entulhos depois de um ano de solicitações... uma capinha de asfalto em frente à casa de um cabo eleitoral... um postinho de saúde sem médico, só para remarcar "mais pra frente" o atendimento não feito... o oba-oba da não fiscalização dos protocolos de pandemia nas ruas e no comércio em geral. "É pau, é pedra, é o fim do caminho..." é um resto de cidade; é um povo sozinho.

Patek Philippe Aquanaut Replica

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OAfC (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.