A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Demétrio Pereira Sena
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
HARÉM
Por: Demétrio Pereira Sena

Demétrio Sena - Magé

A Susi
ou Susinha,
não está...
nunca esteve
sozinha.
A Maria
sempre amaria
tão profundo...
A manda?
Ah... manda
em todo mundo.
O natal
da Natália
é tão bonito...
O da Rita
é repleto
em rito.
A Vilma
não é vil,
não é má
nem quer meu mal...
a Norma
sabe achar
tudo normal.
Acho a Mara
uma maravilha
de pessoa...
E a Bia,
se for bruxa,
é boa.
A Luzia,
que já luzia,
luz bem mais.
A Vanda
só vandaliza
meu coração...
E a Célia,
sempre séria,
tem razão.
A gente
vai amar-se a
todo instante,
se a Márcia
entender
meu rompante.
A Elisa
é mesmo lisa;
transparente;
não é boato...
A Beatriz,
tão cordata,
não é beata,
por um triz.
A Rosa
fica rubra
de vergonha...
E a Sônia
não dá insônia
em quem sonha...
Minha prima
Vera
é primavera
e aflora:
Os sorrisos,
os encantos
da tia Flora.
Amada
Lena
e a Madalena,
que chorava
e Sofia...
Benedita
sois vós
a cada cena...
a cada dia...
A Inês é viva
no meu harém...
Ave, Eva...
a mulher...
a diva...
a mãe...
amém.
... ... ...
Respeite autorias. Isso é lei

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IFRf (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.