A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
Outono da alma
Por: Milton Menezes

correr perdido pelos quatro cantos
acorrentado além dos pensamentos
navegar dentro tempestade e ventos
e mares insólitos vazios de encantos

projetar sombras de místicos mantos
avistar no escuro os negros elementos
e no outono da alma eternos momentos
que sejam livres de sorriso ou prantos

aí hei de rever na miragem de outrora
amores passados reentrado em cena
no crepúsculo, a ver-me mundo afora

pelo fim do dia, e a paisagem serena
chegando ao termo da longa demora
ao aspirar incensos do minuto e hora

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: QKgR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.