A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
NORMAL
Por: Antuérpio Pettersen Filho

NORMAL
Por : Pettersen Filho
Nas garagens
os carros dão partida
Nos edifícios
os elevadores são acionados
Nos viadutos as buzinas tocam.

Os sinais se fecham!
as placas proíbem
O tempo passa...
e não acontece nada!

Nos bares
os bêbados bebem
Nas ruas
as pessoas vagam
Nas oficinas
os martelos batam...

Os fuzis fuzilam!
Os serrotes serram

O tempo passa...
E não acontece nada
OBS : Poesia também musicada por Chinna Bahia : https://www.youtube.com/watch?v=fenWE7W3Qck
(Extraído do poema “Normal” da Obra “Inconfidente Mineiro – Ilustrações & Poesias” de Antuérpio Pettersen Filho – Publicação Independente – 2002).

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: aPRQ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.