A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Decisões pós-CPI da Pandemia e suas incertezas
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

O indiscutível exemplo de um Mito

Encerrados os depoimentos na CPI da Pandemia no Senado Federal, a expectativa agora é sobre como o relatório, caso seja aprovado, será conduzido pelo Ministério Público. As opiniões já divergem, como sempre, dependendo da posição de cada cidadão. Mas aquela velha máxima de que toda CPI no Brasil acaba em pizza, agora tem outra conotação. O motivo é que neste caso envolveu muitas mortes que, segundo os críticos do atual governo, poderiam ser evitadas não fosse o comportamento negacionista do presidente da República. Como isso será considerado?
A verdadeira Democracia, apesar dos que a condenam, ainda é o regime que permite a convivência pacífica e respeitosa entre os que pensam de forma diferente. Será por isso que muitos atualmente querem o seu fim? Discordar faz parte de qualquer debate civilizado, mas impor ideia desqualificando o oponente foge das tais 4 linhas que muitos pregam obedecer. Acusar, denunciar e solicitar investigação não significa a obrigatoriedade de uma condenação. O caso muda de figura quando as provas materiais e os depoimentos comprovam os atos analisados.
O que se viu ao longo das sessões foi uma tentativa de minimizar a omissão citando os efeitos positivos da providência tardia na aquisição dos imunizantes contra a Covid-19. Essa defesa foi questionada por uma das pessoas convidada que perdeu parentes, na última sessão da CPI. Perguntou ela, na ocasião, se o fato de alguns sobreviverem ao Holocausto amenizaria o fato de mais de 6 milhões serem exterminados nos campos nazistas. Tem questão em que a manipulação dos números lança mais dúvidas que esclarecimentos. Adianta mudar o foco?
Infelizmente a honrosa posição de exemplo nas campanhas de imunização que o Brasil conquistou ao longo do tempo foi ao chão. Poucos se lembram de tanta confusão vivida numa vacinação em massa, como vivenciamos atualmente. Conseguiram difamar tanto a vacina que agora alguns querem saber onde o produto foi fabricado. Quem estimulou tanta desconfiança? Não lembrei de nenhum presidente da República que criticou as medidas preventivas contra uma ameaça na área da saúde. Por isso é difícil acreditar que este governo combateu a pandemia.
Numa das sessões da CPI da Pandemia, um dos Senadores pediu para exibir vídeos onde o presidente da República debocha do enfrentamento da Covid-19. As declarações são irônicas, ofensivas e totalmente isentas de qualquer sentimento de solidariedade com os familiares das vítimas. Como alguém que vê essas cenas pode entender por que a nossa autoridade máxima agiu desta forma a maior parte do tempo? Justifica apenas citar que houve desvio das verbas federais enviadas aos estados? Alguém viu prefeitos e governadores agirem igual ao Mito?
Mas os apoiadores deste governo e talvez o chamado Gabinete Paralelo não brincam em serviço. Agora a estratégia é postar e divulgar que a vacina provoca a AIDS. O assunto veio à público numa live do presidente da República, em que revela que um estudo associa a contaminação pelo vírus HIV nas pessoas que tomaram a vacina contra a Covid-19. Vejam a que ponto chegamos! Onde está a responsabilidade de uma autoridade ao fazer uma declaração dessas? Em que bases cientificas ele se apoiou para fazer isso? Quem pode evitar este alarde?
Seja lá qual for a decisão do Ministério Público sobre os citados no relatório da CPI da Pandemia, as declarações do presidente da República seguem um script desde o início da pandemia. Ignorar as recomendações sanitárias e ironizar os que obedecem às regras adequadas sempre foi o objetivo dele. Aglomerar em panificadoras, feiras, motociatas, churrascos entre amigos e tudo mais é para os que enfrentam essa “gripezinha” como macho alfa. Revelar que ele chorou sozinho no banheiro é mais um fake dos antipatriotas. O tal do Queiroga que o diga!

J R Ichihara
25/10/2021

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NcEY (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.