A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Desembrulhando o pacote cura-ressaca
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

Têm coisas que só pioram com o passar dos anos

O visual dos fogos de artificio e o som prazeroso do espoucar das garrafas de champanhe são coisas do passado recente, ficaram somente nas boas lembranças. Agora a realidade reassume o lugar dos momentos de alegria e esperança. Nada de magia e sonhos fantasiosos que tudo será melhor, que a varinha de condão existe e está ao alcance de qualquer um. Como se diz no popular, “o buraco é mais embaixo”. Pois bem. É hora de arregaçar as mangas e colocar as mãos na massa, fazer acontecer e lembrar que o que era doce se acabou. A luta continua.
Mas não é preciso se sentir irresponsável por desfrutar de eventos universais consagrados pela Humanidade. Afinal todo combate ferrenho necessita de tréguas, pausas fundamentais para análise e reavaliação das estratégias, de um balanço sobre os resultados mensuráveis – uma providencial recarga nas energias dispendidas nos enfrentamentos. Por isso a dedicação sem descanso em qualquer busca por objetivos planejados leva muitos ao estresse irreversível, ao esgotamento físico e mental que desestabiliza qualquer ser humano, mesmo os invencíveis.
Fala-se sempre em um divisor de águas quando se esmiúça determinado acontecimento em um período estudado. Daí separa-se os pontos negativos dos positivos, aprofunda-se as análises, faz-se as devidas comparações com os padrões estabelecidos... e conclui-se qual foi o resultado. Ficou dentro do esperado? Superou as expectativas? Não permitiu uma conclusão convincente? Portanto, os parâmetros utilizados são importantes para se chegar às informações que servirão para destacar o que precisa ser olhado com mais atenção e ser melhorado.
Logicamente que os interesses pessoais podem divergir do sonho de consumo coletivo, mas tudo que povoa a mente das pessoas também converge para ações movidas pela crença que a vontade é um fator chave de sucesso na motivação. Sem isso não há esperança de as mudanças acontecerem. Como esperar que tudo caia do Céu? Se apenas oração resolvesse tudo na vida, os pastores evangélicos não estariam lamentando a falta de contribuição dos fiéis nos seus templos, nesta pandemia. Há muita contradição do material com o espiritual no fanatismo religioso.
Quantos conseguem entender o porquê de tanta polêmica sobre a vacinação infantil contra a Covid-19 e a exigência de comprovante desta nas repartições públicas nacionais? Exigir que os pais autorizem isso aos filhos, assim como uma receita médica, ultrapassa o limite do negacionismo. Pior ainda é declarar que somos um exemplo de Campanha de Imunização no mundo. Alguém vislumbra o que há de proveitoso nessas medidas antipandemia frente a uma situação que ainda não foi superada? Vê-se que somente mudar de ano não resolve tudo. Mas...
Sabe-se que em um ano eleitoral, principalmente para escolher o presidente da República, os cofres públicos são o alvo dos oportunistas, da oposição ao governo e da mídia quando não resolve apoiar algum candidato em particular. Portanto, quando a temperatura da campanha se elevar, o tardio pacote para curar a ressaca do Réveillon pode trazer mais dor de cabeça para alguns, mas motivo de comemoração para outros. Depende de qual lado o azarado ou felizardo estiver no momento. Uma certeza todos têm: o povão só receberá as migalhas do banquete!
Talvez para não prejudicar a imagem e diminuir a aceitação de alguns futuros candidatos, as medidas antipopulares sejam meticulosamente estudadas quanto a divulgação. Por outro lado, tudo que aumenta a aprovação do governo e dos parlamentares inunda os noticiários na mídia. Como se todos estivessem profundamente interessados em resolver problemas estruturais seculares neste exato momento. Como o cidadão consciente deve se comportar diante de tanto descaramento de alguns? Isso, de certa forma, é a famosa compra de votos que tantos criticam.
Como o ano está apenas começando é injusto antecipar tanto pessimismo. O que se revelará à medida que o pacote reservado à população for desembrulhado ainda é incógnita. Claro que há muitas expectativas sobre o conteúdo, mas tudo vai depender do momento e da situação nacional e mundial. Daí que se espera que a caixinha de surpresas não seja tão prejudicial ao ponto de prolongar o efeito ressaca do Ano-Novo, muito menos deixar claro que a comemoração da virada de ano não deveria ser carregada de tanta esperança. O jogo apenas está começando!

J R Ichihara
03/01/2022

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: SDCX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.