A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Motociata como respostas às críticas e denúncias?
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

Motociata como respostas às críticas e denúncias?

Nesta Sexta-Feira da Paixão, em plena Semana Santa, os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fizeram mais uma motociata. O trajeto escolhido pelos participantes foi o trecho entre as cidades de São Paulo e Americana, uma distância coberta por 130 quilômetros. À parte a divergência entre os apoiadores e os críticos sobre os números divulgados, os fatos mostram que muitos são indiferentes às denúncias que envolvem a atual gestão federal. Estão com o Mito e não abrem. O que tem isso tem a ver os preços da gasolina e os esquemas de corrupção no MEC?
O fato é que este ato virou uma forma de responder aos questionamentos sobre a lisura e o zelo com a verba pública. Esquema sobre aquisição de vacinas contra a Covid-19? Motociata neles! Denúncias sobre lista de supérfluos para as Forças Armadas? Ouçam o barulho das possantes motos, seus comunistas! Toma lá, dá cá nos Ministérios do Meio Ambiente e Turismo? Sintam o cheiro da fumaça dos escapamentos das máquinas sobre 2 rodas! Pastores pedindo barras de ouro e dinheiro para liberar verbas para prefeituras? Olhamos para vocês pelo retrovisor!
Portanto, a bandeira de luta continua sendo a de manter a imagem do Mito imaculada contra a corrupção, os favorecimentos e as negociatas que marcaram as gestões dos petistas ladrões que quebraram o país. Neste governo não há lugar para corruptos! Alguém duvida? Por isso, o general Hamilton Mourão disse com muita convicção “que mal tem eu usar o meu Viagra, pô?”. Como os inimigos que pretendem um dia invadir o nosso país não vacilarão diante de uma tropa “armada” para o que der e vier? Afinal a defesa da Nação requer muita disposição física!
Segundo divulgações na mídia, cada motociata tem um custo para os cofres públicos por causa do policiamento nas rodovias. Sem entrar no mérito da “cuestão” sobre os valores, mas quais benefícios as manifestações desses participantes trazem ao país? Por que a preocupação com a segurança de pessoas que desejam expressar publicamente o seu apoio a um presidente que ignora o sofrimento de milhões pela situação difícil imposta pela crise econômica galopante? Como o “deus mercado” reagiu a isso? Vê-se que esta é a nova forma de dizer “E daí?” Portanto...
Mas o anúncio de que o Brasil bateu novo recorde na produção de grãos soa como uma vitória palaciana para os defensores incondicionais deste governo. Só que um simples questionamento causa desconforto geral nos otimistas incuráveis. Qual melhora, por tabela, isso provoca no restante da Economia, beneficiando a população como um todo? Da mesma forma que a queda do dólar ser comemorado como uma medida palaciana, em nada muda o cenário tenebroso interno. Basta avaliar o impacto positivo disso na vida do cidadão desamparado.
Qual notícia, então, agradaria os eternos insatisfeitos e conspiradores contra um governo que faz tudo para melhorar a vida de todos e consolidar a nossa imagem internacional como um exemplo? A “cuestão” é complexa, mas as medidas são simples e exequíveis. Não se trata de agradar nichos baseados na crença religiosa e no viés ideológico, mas de considerar que todos os cidadãos merecem respeito e oportunidades. Dia desses, o presidente Bolsonaro disse que a Constituição Federal é a sua melhor defesa na Justiça. Será que ele estava lúcido quando falou?
Ninguém desconhece a paixão do nosso presidente da República por guerras e enfrentamento armados. Ele já deixou claro que a Democracia não é o caminho para a solução de problemas que escravizam o povo, gerando insatisfações na maioria das pessoas. O único meio, segundo ele, é uma guerra civil. Portanto, os críticos das motociata podem se considerar felizes porque as medidas atuais são leves diante do que precisa ser feito. Essas manifestações pacíficas são fichinha perto do que deveria ser aplicado. Disse que não acredita em mudanças via conversa.
Entender a visão de mundo de alguém que elege a distribuição de armas como a solução para a defesa da população, vindo de uma pessoa que coloca Deus acima de tudo, é enigmática. Disse até que, se dependesse dele, todo brasileiro portaria uma arma para se defender das ameaças. Ainda bem que não há ameaças à segurança dele ou da sua família. Por isso, as denúncias da mídia comunista e da esquerda corrupta são facilmente superadas com uma eficaz motociata – não arranham nem a sua popularidade. Então... Basta ver o que dizem as pesquisas.

J R Ichihara
18/04/2022

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: gTSE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.