A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
BAHIA-MINAS
Por: Antuérpio Pettersen Filho

BAHIA-MINAS
Por : Pettersen Filho

Bahia-Minas
velha amiga
abandona as cordilheiras
estas terras amargas de Minas
hoje já não sabem amar
Deságua encachoeirado teu choro
por entre montanhas e platôs
segue em prece tortuosa
leva cadente a minha dor

Bahia-Minas
velha estrada
permita-me chamar-te assim
esqueça ainda intactos os teus tuneis
as Pirâmides do Egito daqui
amarra forte entre trilhos e dormentes
a dor enferrujada de ferro
da Maria-Fumaça em mim...

Bahia-Minas
latente estrada
não me deixes te enganar
segue sem volta teu destino
conta a tua História ao Mar
fala desse pobre menino
que entre doces lamentos e delírios
um dia te soube amar.

(Extraído do poema “Bahia-Minas” da Obra “Inconfidente Mineiro – Ilustrações & Poesias” de Antuérpio Pettersen Filho – Publicação Independente – 2002 )Foto tomada no Cerimonial & Hostel Inconfidente Mineiro – Belo Horizonte – MG

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NLNG (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.