A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
CONTANDO OS DIAS
Por: OdionMonte

Calendário e relógio contam dias e horas
A ansiedade faz o tempo ser mais longo
Em momentos como esse como fechar
Os olhos e dormir sem ver o tempo passar...
Não sei se a ansiedade me excita ou
me faz sofrer, queria ter asas para voar
Só assim tempo e distância seriam curto...
Mas como minhas pernas e braços não
Voam, o que me resta é contar os dias,
As horas e os minutos, uma vez que
Não posso acelerar os ponteiros do
Relógio e muito menos rasgar as folhas
Do calendário...
Tenho certeza que o dias vai chegar
Em teus braços vou estar, mas como
A ansiedade controlar? Se não vejo
O tempo passar. Tempo Cruel, distância
Maldita e infinita, xingar não me resolve
o que me resta é o tempo esperar para
Em teus braços está, poder te beijar e
Como num passe de mágica te amar...
Mais uma vez o tempo é cruel comigo
Dias serão curtos e acelerados estando
ao teu lado, mas não posso os ponteiros
Parar e menos as folhas do calendário
Colar para não ver o tempo passar e
Poder de ti nunca ter que me afastar...

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: SZQR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.