A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poesia
 
Miragens
Por: Milton Menezes

venho da longitude perdida
de um passado esquecido
doutras eras doutra vida
do respiro de um fremido

venho do silêncio, sozinho
desfolhando meu destino
nos aromas do doce vinho
no gosto do néctar fino

venho da neblina pavorosa
a procurar a esmo o porto
o fim da rota tormentosa
onde eu sonho do conforto

venho da trágica esquina
onde o amor ficou morto
sob o luar e a chuva fina
e chego cansado, absorto

carrego na alma o desejo
a ilusão que longe brilha
pelo horizonte onde vejo
as miragens de uma ilha

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: GQFW (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.