A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
DONZELA A FUGIR
Por: PAMMÝ RODRIGUES



No castelo sombrio
Sobe as escadas a bela donzela
Dá-se um longo suspiro
Que estreme a luz da pálida vela.


Passos pequenos e ligeiros
Ao topo da torre pretendes subir
Um arrepio percorre seu corpo inteiro
A bela donzela estás a fugir.


Imagens assim tão pavarosas
Perseguem de perto a pobre donzela
Bate o sino com o passar das horas
Que terror tão crescente este som revela.


Tropeça os pequenos pés tão ligeiros
Pois a pálida vela em sua mão se apagou
As imagens trazendo o pior devaneio
A donzela gritando enfim despertou.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XSUJ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.