A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Maria Carmem Gomes de Oliveira
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
MINHA SOLIDÃO
Por: Maria Carmem Gomes de Oliveira

MINHA SOLIDÃO

A minha solidão só muda de endereço
Tanto faz em casa ou distante, lá está ela;
Sozinha ou acompanhada ela sempre me espera...
No quarto de hotel, na poltrona do ônibus ou na sala de espera do aeroporto, a situação é sempre a mesma, eu, comigo mesma...
Os olhares se cruzam buscando a familiarização, as conversas se fragmentam a procura da voz conhecida;
Ainda que eu chegue à solidão me acompanha, faz parte do meu ser, ser só;
É uma espécie de castigo que me fora imposto compulsoriamente pela vida;
Eu sou a minha mais bela e completa companhia que me basta;
Aprender a silenciar a fala em quanto à mente viaja;
Buscar a disciplinar do pensamento para angustia não chegar;
Abstrair do silencio a companhia, do vazio o todo, do barulho o nada.



 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: gTcd (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.