A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Sonetos
 
Soneto Ao Meu Amigo
Por: ANA MARIA GAZZANEO



Um soneto eu te dedico, meu, amigo
Fala breve do que manda o coração.
Perpetue em belo laço o que bendigo;
Amizade que floriu sem confusão.

Um momento e já gravado o teu sorriso,
Já inscrito no meu verso a tua face.
E garanto, passe o tempo e tudo passe
Na lembrança, o teu olhar, trarei inciso.

Se quiseres, guarda bem essas quimeras
Que brotadas num rompante, são de encanto
Pelo amigo que cantou comigo um canto.

Lá distante, pelo tempo e longas eras
Da vindima mais gentil, ficou o alento
Nestes versos, doces versos, o acalento.


ANA MARIA GAZZANEO


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: RJQS (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.