A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
Cadáveres
Por: Alexandre Misturini

Cadáveres

Todas as vezes em que morri
corpos entregues à taxiodermia,
por vezes muito sofri,
outros me livrei com alegria.

Não consigo mais reconhecê-los
nem sentir sua temperatura,
difícil não percebê-los
entre tantas criaturas.

Causa estranheza sua palidez
sem vida... total ausência!
Pago pela insensatez
por toda minha existência.




http://alexandremisturini.blogspot.com


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: WDSK (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.