A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
UM ANO: MORTO, MICHAEL JACKSON
Por: Antuérpio Pettersen Filho


UM ANO DE MORTO, MAICHEL JACKSON, “ EMBARCA PARA A TERRA DO NUNCA...”

Por : Pettersen Filho

Há muitos anos longe das Paradas de Sucesso , ele, quem foi, durante cerca de três décadas o sinônimo mais exato da palavra “ Sucesso ”, morreu, aos vinte e cinco dias do mês de Junho, passados dois mil e nove anos, depois de Jesus Cristo , justamente, de Parada Cardíaca, Michael Joe Jackson , na Califórnia/EUA.

Dono de talento inato, desde que, aos 5 anos de idade, apresentou-se,com destaque prematuro, junto a Banda Familiar Jackson Five , Michael, então, partiu, logo cedo, para Carreira Solo , onde, com seu Ritmo eminentemente Pop , e personalidade desengajada, conquistou o Mundo , alcançando o mais absoluto sucesso, mantendo-se no topo das Paradas Musicais por pelo menos duas décadas.

Arrastando multidões, nos quatro cantos do Planeta, a cada vez que se apresentava, Michael , enquanto acumulava fortuna, desenvolveu gostos minimamente exóticos, chegando, mesmo, a adquirir o Direito de toda a Obra Musical dos Beatles, e a construir um Castelo, próprio, chamado “ Never Land ”, ou carinhosamente em Português, " Terra do Nunca” , de Peter Pan e da Fadinha Mágica , cuja concorrência mais próxima, em dimensões e luxo, somente poderia ser comparável a própria Disney Word , e ao seu Mundo Encantado , porém, totalmente reservada ao, a essa altura, “ Rei da Pop Music” , quando, em suas horas de retiro.

Acumulando Sucessos , na mesma proporção que acumulava Escândalos , Michael passou por várias acusações de Pedofilia , em seu Mundo Encantado de Never Land , onde, segundo as acusações, levava para sua cama seus amantes precoces, sempre, meninos de maturidade incompleta, segundo as quais, mantinha conjunção carnal, o que rendeu-lhe, ao mesmo tempo que ostracismo moral, processos e mais processos.

Sem deixar-se abater, Michael Jackson , em busca da Imagem de “ Bom Garoto ”, enquanto emplacava mais um vertiginoso sucesso, o Disco “ Bad ”, “Mau”, em Português, junto a Opinião Pública , passou por dois casamentos, segundo as más línguas, para manter as aparências, e desvencilhar-se dos excêntricos processos, onde obteve três herdeiros, um dos quais, de mãe desconhecida.

Acusado de blasfêmia, pelos irmãozinhos de cor, ao mudar a cor negra da própria pele, Michael, enquanto respondia aos seus críticos com outro estrondoso sucesso : “Black or Write ???”- em Português , Preto ou Branco, defendeu-se, informando que o processo de embranquecimento da sua pele era resultado, puro e simples, de intervenções plásticas sofridas em decorrência de queimaduras, acometidas durante uma filmagem, e ao aparecimento de Vitiligo, doença que descolore a pigmentação da pele.

Refugiado no Bahein , em pleno Oriente Médio , porquanto era satirizado, nos EUA, com pejorativos pedófilos, que o equiparavam ao próprio Cristo : “ Vinde à mim as criancinhas ”, converteu-se, inusitadamente, ao Islamismo , enquanto via os antigos sucessos esvaírem-se por entre os dedos, na mesma proporção que tornavam-se escassos os seus milhões de dólares, Michael Jackson fez um acordo milionário com uma Empresa, em Londres /Inglaterra, sob compromisso de realizar novos, e aguardados Shows , que, no entanto, em razão do seu súbito falecimento, jamais ocorrerão.

Assim, passado, da Vida, polêmica e de inequívoco Sucesso, com a mesma velocidade, como a que, ora passa para a História, Michael Jackson , entre os Martírios e Glorias, que vivenciou, na sua breve existência nesse Planeta Azul , não se sabe, ao certo, aos olhos do Senhor , “ Todo Poderoso ”se, irá para o Céu , ou para o Inferno ...

Mas, uma coisa é certa:

Peter Pan, a Fada Sininho e o Capitão Gancho, lá em Never Land, e na Fábula Infantil, certamente ganharão companhia..

Se isso é bom ou ruim, eu não sei.

Mas, cá na Terra, ninguém mais contará a Fábula, que foi enfim, em vida, o próprio Michael Jackson, ou lerá Peter Pan, “ o Menino que Nunca cresce ”, sem lembrar-se dele, e dessa sua ultima, e definitiva Parada – a Cardíaca.

Michael Joe Jackson – “ Que Deus o tenha ! ”

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: AUNE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.