A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
VITÓRIA DA DEMOCRACIA: JORNAL É INOCENTADO
Por: Antuérpio Pettersen Filho

VITÓRIA DA DEMOCRACIA: JORNAL É INOCENTADO

Por : Pettersen Filho

Sob Relatoria do Desembargador José Luiz Barreto Vivas, foi Julgada, essa semana, na Segunda Câmara de Apelação Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo Apelação Criminal do Sr. Antônio Fialho Garcia Junior, o Vulgo “Junior Fialho”, Presidente da Assinpol – Associação dos Investigadores de Polícia Civil, face ao “Jornal Grito Cidadão”, em razão do seu Presidente, Antuérpio Pettersen Filho, quem faz as vezes de Jornalista “Pratico” da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Indivíduo e da Cidadania, que edita o Jornal.
Proposta sob capa de Injúria, Calúnia e Difamação, desde o Juiz Singular, em Primeiro Grau, Guilherme Rizzo, quem extinguiu, no mérito, a Queixa Crime formulada por Jr Fialho, a ação foi extinta, após sentença absolutória, onde se constatou que o artigo publicado pelo Jornal, sob título: “A Farra das ONG`s no Brasil” nada tinha de crime, posto ser Direito de Expressão de Pettersen, quem, apenas, veiculou os fatos, onde se constatou que da verba de R$160.000,00 liberada por Projeto de Lei na Assembléia Legislativa do Estado, pelo Deputado do PDT, mesmo Partido de Fialho, Euclério Sampaio, para fins de Aprimoramento, Cursos e Treinamento de Policiais Civis Capixabas, foi, realmente, em parte, apropriada por Fialho, entre pagamentos à Coordenação do Curso, por acaso, sua Irmã, a Jornalista Rejane Gandini, pagamento de combustível e celular, particulares, além de viagem ao Piaui da Jornalista, com o Diretor da Associação, Policial Civil, e Contador, Hebert, além de ficar constatado que Fialho assinou vários cheques pela ONG Ceante, instituída, especialmente, para intermediar a liberação da verba.
Sem constatar, pela segunda vez, desde a Sentença do Juiz Rizzo, agora por decisão colegiada de três desembargadores, qualquer cometimento de crime, pelo Jornal, a “Decisão”, ainda sujeita a ser referendada por Acórdão, no entanto, nenhuma menção fez ao destino torpe da verba, nem a conduta de Fialho, resumindo-se a absolver Pettersen, que, reitera, Crime algum cometeu, sem alcançar, contudo, Junior Fialho- “O Crapula”
Mas, isso é outro Crime....

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: LTbc (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.