A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
SAÚDE: UNIMED AMEAÇA CORTAR PLANO DA POLÍCIA CIVIL
Por: Antuérpio Pettersen Filho

SAÚDE: UNIMED AMEAÇA CORTAR PLANO DA POLÍCIA CIVIL

Por : Pettersen Filho

Segredo, ora, trancado a sete chaves pela atual Administração do Sindipol – Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Estado do Espírito Santo, nas pessoas dos Senhores Presidente e Diretor, respectivamente, Williams Bigu, e Esio Cavalcanti, talvez, como manobra dissimulativa, tendente a ocultar da Categoria Policial o risco, total e eminente, a que está exposta, em razão da Decisão de Mérito proferida pelo Juiz Titular da 11ª Vara Cível de Vitória, no ultimo dia 15/07, ainda por ser publicada no Diário Oficial, nos autos da Ação Ordinária nº : 024.04.014833-0 , que o Sindicato move contra a Unimed Vitória – Cooperativa de Trabalho dos Médicos, desde 2004, a fim de manter, firme, o Plano de Saúde Coorporativo, que mantêm, desde a Administração Passada, do Ex-presidente José Rodrigues Camargo, por força de uma liminar, que mantinha a obrigatoriedade do atendimento aos Policiais Civis ativo, infelizmente, após detalhada analise do Juiz, revoga o efeito da liminar, e lança os Policiais a própria sorte.
Assim, meio que, tentando tapar o sol com a peneira, a atual Administração do Sindipol, que vinha se beneficiando, com reflexo para toda Categoria, das vitórias e êxitos obtidos pela Combativa Administração passada, desde 2004, infelizmente, sem méritos ou realizações próprias, que possa lançar à mesa, em pouco mais de um ano de Mandato, se vê, de uma hora para a outra, desfalcada daquele que é o maior dos benefícios de se ser Associado ao Sindipol, que é o reflexo de, pelo menos, poder contar, como vinha contando, o Servidor Policial, com os benefícios de um Plano de Saúde, hoje, totalmente desinteressante à Cooperativa Médica – Unimed, quem vem amargando enormes prejuízos, a ponto de, até, inviabilizar seus serviços, sobretudo, em se considerando os planos, hoje, economicamente, totalmente deficitários, alguns anteriores as mudanças da Lei, em 1999, em que os Servidores Policiais, com baixíssimas contribuições, vinham usufruindo de serviços cada vez mais amplos, em que pesem as novas tecnologias e exames, cada vez mais caros, e complexos, causando ônus continuados à Cooperativa.
Contudo, dentro da inexorabilidade de terem de se depararem com os fatos, de que a Sentença foi desfavorável à Categoria Policial, mas, aparentemente, sem encontrar novos horizontes, se não, diferente do que é permitido a grande maioria da População Brasileira, “choramingar”, e apresentar a conta ao Governo do Estado, que mal consegue sustentar o SUS, destino de todo Cidadão Comum, pelo menos, dos que não contam com um Sindicato forte e organizado, o que, seguramente, não é o caso dos Senhores Esio e Bigu...
No entanto, a Decisão, mais dia, menos dia, será publicada, e, eventualmente, cumprida.
Experimentando mudanças em sua Administração, que vão desde a restrição ao apoio Jurídico aos Policiais, e suas Famílias, passando a cobrar por atendimentos e viagens, enfim, traindo seus pares, e a confiança atribuída-lhes no Mandato em que ora se deleitam, ocultando dos Policiais a verdade, nua e crua, por mais crassa que seja, a fim de que se acautelem os Policiais Civis, quiçá, migrando para outro Sindicato, ou Plano de Saúde, a Unimed, antecipando-se ao próprio Diário Oficial, Notificou, essa semana, Extra-judicialmente o Sindipol , informando que cancelará o Plano de Saúde.
Como Cornos Traídos, pela atual Administração do seu próprio Sindicato, os Policiais Civis Capixabas terão, seguramente, sem Plano de Saúde que os socorra, a maior dor de cabeça, num enredo, e ação, cujo fim, infelizmente, anunciava-se, desde o principio, inevitável.
Enfim,como se o diria em Roma: “Até tu, Brutus ?”

Fonte: Portal do TJES (Processos) www.tj.es.gov.br

Jornal Grito Cidadão


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: PfWE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.