A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Crônica
 
O GRANDE VENCEDOR
Por: Afonso e Silva

Momentos tristes e de horizontes sombrios percorrem o Brasil, mas o que concorreu para o país chegar até aqui? Em primeiro lugar penso que a justiça, principalmente os ministros do STF, STJ e dos tribunais federais, há muito vem passando ao largo da lei. A começar pelo vergonhoso impeachment de Dilma. A perseguição e a coerção impelidas ao presidente Lula e que até hoje continua é sem precedente na história. Em segundo lugar temos um parlamento, com algumas exceções, que age única e exclusivamente em interesse próprio. E em terceiro lugar, somos um povo avesso às questões políticas que só entramos na contabilidade do país para depositar um voto inútil na urna e eleger um qualquer da eterna elite. Esse eleito que vem de pai para filho desde sempre, certamente não representa ninguém, além dos seus. Só que esses covardes, são peritos em ludibriar as pessoas menos esclarecidas. Não bastasse se utilizam dos meios de comunicação, pagos com nossos impostos, para seduzir eleitores com seus discursos vazios e longe da realidade. Astuciosamente se utilizam de palavras bonitas, floreadas e cheias de promessas repetitivas que jamais cumprirão, mas sempre convencem.

Não tenho notícia nenhuma de que, algum dia o Brasil elegeu um vereador de periferia, um deputado ou senador que morasse próximo ao povo. Ao contrário, desde sempre vivem encastelados nas cidades-jardins, fortemente protegidos pelo poder público.

Bom, do povo brasileiro não se vislumbra qualquer reação. Do congresso e da justiça, apesar da elevada soma de crimes cometidos pelo Planalto, não cremos vir nada além de umas duas ou três notinhas, sem qualquer efeito e importância, de ministros e de políticos. Infelizmente, ao que tudo indica o Brasil não vai reagir. Dessa forma, ao “mito” pode-se entregar-lhe o troféu e este se dirigir, ficar quietinho no pódio, pois as instituições que teriam obrigação deter o monstro, encontram-se completamente esfaceladas. Só não sabemos até quando poderá se manter a base de cloroquina.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: PJMF (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.