A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Jornalismo
 
NOTA DESPROPOSITADA
Por: Afonso e Silva


O atual ministro da “justiça” André Mendonça, em razão de ataques praticados contra o prédio do Supremo Tribunal e agressão com palavras dirigidas aos membros da corte por alguns bolsomínios, emitiu uma nota infeliz, completamente fora do contexto e que agride frontalmente às normas constitucionais.

Depois do ato do lançamento de rojões contra o prédio do STF e de ofensas aos ministros da corte praticados por um bando de bolsonaristas extremados ontem e das respostas indignadas de algumas autoridades ameaçadas, sua excrescência soltou essa pérola: "a democracia pressupõe, acima de tudo, que todo poder emana do povo. Por isso, todas as instituições devem respeitá-lo. Devemos respeitar a vontade das urnas e o voto popular. Devemos agir por este povo, compreendê-lo e ver sua crítica e manifestação com humildade. Na democracia, a voz popular é soberana".

Com isso o ministro está querendo dizer que, para defender as promessas de campanha valem à prática de atos violentos e criminosos? Afinal, para atingir os objetivos todos os meios são válidos? Como escrito pelo poeta Ovídio em sua obra “Heroides Duplas Exitus acta probat” (1), em latim e atribuída de forma errônea a Maquiavel? Mesmo se não fosse para defender atos criminosos, a afirmação só teria um acerto de trinta por cento, simplesmente porque a parcela dos eleitores que elegeu Bolsonaro está longe de ser o povo brasileiro. Ela representa apenas trinta por cento.

Os contrários à violência, à afronta às instituições e agressões às autoridades constitucionalmente representadas, somos setenta por cento. Entendeu ministro capacho de Bolsonaro? Então, quando for defender seu patrão, não fale em nome do povo brasileiro. Limite-se à choldra.




(1) Wikipédia

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: RUZT (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.