A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Jornalismo
 
Matando a matemática da Saúde
Por: Marlene A. Torrigo



O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deixou claro, claríssimo, que o Brasil aplicará 1 milhão de vacinas por dia. Aplicará mesmo? Mas quando? Daqui um mês? Sabe quantas óbitos teremos daqui um mês, caro ministro? Façamos as contas agora da promessa do caro ministro: para uma população de 210 milhões de brasileiros por 1 milhão de vacinas/dia, darão 210 dias que equivalem a 7 meses. Será que está certo? Sou péssima em matemática. Se se iniciar a vacinação AINDA no início de maio, iremos até novembro, sem contar, claro claríssimo, com os acidentes de percurso: o lote de vacinas não foi entregue, o lote de vacinas perdeu a eficácia porque foi mal armazenado, o caminhão que transportava as vacinas capotou... incidentes do tipo. Então, salve 2022 com Covid e tudo! Certamente que no transcorrer de 2021 vai morrer muita gente, muita gente mesmo. Claro claríssimo que ajudará a imunidade de rebanho, significando que conforme a população for sendo imunizada a taxa de contágio seguirá diminuindo. Mas mesmo assim vai continuar morrendo muita gente. O novo coronavírus se alimenta de organismo doente. E nesse Brasil de falcatruas, de Fome - excetuando-se os nababos que que assistem tudo de camarote, confortavelmente instalados na sala de suas belas vidas - gente doente e de baixa imunidade tem de monte. Veja-se que avecezados, cardíacos, diabéticos, hipertensos, transplantados, pacientes de câncer, pacientes de doenças autoimunes, a maioria está sem sequência de tratamento, jogados à revelia, porque a Covid-19 tomou conta de tudo. E os genocidas aplaudem. Enfatizo: uma pandemia é uma mina de ouro para a cobiça dos gananciosos. Os caras piram com tanto dinheiro entrando nos cofres públicos. O povo brasileiro pode até acreditar na Ciência, mas nos políticos com suas politicagens...

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: JecM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.